Mandala – Qual Seu Significado? Quais os Tipos? Formas e Origens!

A mandala é uma manifestação simbólica e artística que repete em todo mundo. Esse símbolo é encontrado em diferentes culturas e religiões como arquitetura de igrejas cristãs, budismo, índios navajos, hinduísmo, em práticas de meditação, cura e oração.

O que é mandala?

A mandala é um símbolo, elemento, emblema ou instrumento milenar. Conforme o sânscrito antigo, sua tradução é círculo mágico. Universalmente, ela é símbolo de harmonia, integração e concentração de energia.


A mandala é considerada uma espécie de yantra (emblema, meio, instrumento) descrita em diversas línguas e culturas da península indostânica.

Sua representação geométrica ritual é baseada em desenhos, símbolos, números, cores e palavras e transmite o relacionamento entre o universo e o homem.

um mandala colorido

Origem

As primeiras mandalas foram registradas no século VIII foram utilizadas como instrumentos de meditação no Tibete. Essas mandalas eram de areia e criadas por monges.

Até hoje, essa tradição continua. Quando os monges viajam para países diferentes, são criadas mandalas de areia para educar as pessoas sobre a cultura tibetana.

Quando as mandalas de areia são finalizadas, elas são destruídas pelos monges para representar a mudança de universo e tempo e bênçãos se espalhem.

As mandalas também são associadas com o budismo e fazem parte de rituais de orações e curas. Ela simboliza o palácio de uma divindade ou uma mansão sagrada.

Ela também foi utilizada, por vários séculos, como expressão religiosa e artística, por meio de pinturas rupestres. Os principais exemplos são: yantras indianos, símbolo chinês Yin e Yang, thangkas tibetanas, arte sacra e indígenas.

As thangkas podem ser criadas em metal, madeira ou pintadas em areia colorida.

Os índios navajos americanos também desenvolviam mandalas de areia para rituais espirituais. Esses ritos duravam de 5 a 9 dias, com o objetivo de mostrar a impermanência da vida.

Nas sociedades antigas e primitivas, o movimento da terra em torno do sol era marcado pelos solstícios (dias mais curtos e longos de terminado período). Para tratar esse movimento, foi desenvolvida uma imagem de trajetória circular. As mandalas tornaram esse símbolo do encontro com universo, o divino.

um mandala colorido

Tipos de mandala e seus significados

Há alguns tipos de mandalas. As principais são:

Mandalas de curas – Representam meditação, tranquilidade, estabilidade interior e procura pela paz.

Mandalas de areia – Representam a instabilidade e a fragilidades do homem diante do universo.

Em geral, os símbolos nas mandalas se repetem, como roda de oito raios (caminho para a sabedoria), sinos (inteligência e sabedoria feminina).

Universalmente, as mandalas demonstram o equilíbrio interior e a união do homem com Deus. As sete cores são as mesmas do arco íris e cada um tem o seu significado que veremos a seguir.

Para os tibetanos, a mandala significa estado de iluminação e dimensões de consciência espiritual. Na cultura ocidental, a mandala simboliza unidade, harmonia e totalidade. Paras os nativos povos americanos, ela simboliza o círculo da vida e o espaço sagrado.

Atualmente, as mandalas se tornaram objeto de decoração e artesanato em todo mundo. Produzidas em todos os tipos de material, elas são associadas è eternidade, harmonia e equilíbrio.

eram utilizadas em calendários maia e asteca. Elas também são utilizadas na Astrologia como forma de tiragem das runas e do tarot. As mandalas representam a energia vital de cada signo.

O psicanalista Carl Jung considerou que as mandalas eram personificações ou quadros representativos ideias. Para ele, elas funcionavam como símbolo da personalidade quando era estudado o processo de cada pessoa.

Significado das cores das mandalas

As mandalas tem desenhos e cores que se destacam. Cada cor tem significado diferente, ligada a psicologia. As cores são capazes de evocar sensações determinadas.

As cores mais comuns utilizadas nas mandalas são as cores do arco-íris. Conheça o significado de cada uma delas:

  • Branco: pureza, inocência, brilho e limpeza.
  • Amarelo: Estímulo, diversão, otimismo e alegria.
  • Azul: Confiança, compaixão, otimismo, esperança, segurança, positividade e sabedoria. É a cor que simboliza as benções das divindades na China.
  • Dourado: Sucesso, honra, dignidade e dinheiro.
  • Laranja: Animação, terra, impulso, sociabilidade e bom humor.
  • Preto: Formalidade, mistério e elegância.
  • Verde: Paz, tranquilidade e cura.
  • Vermelho: Energia, compaixão, excitação, e muitas vezes raiva.
  • Violeta: Inspiração, criatividade e espiritualidade.

uma flor de mandala

Como funciona?

As mandalas são instrumento de meditação que remetem para o centro ou interior de cada pessoa. De acordo com as tradições, nossas ações e pensamentos determinam nossa realidade.

Desenhar ou fazer qualquer tipo de artesanato com uma mandala é um excelente exercício de meditação e introspeção. Tem efeito terapêutico e ajuda a pessoa a obter auto afirmação, autoestima, auto disciplina, criatividade, paz interior, libertação de stress emocional e sensibilidade musical.

Formação da mandala

A mandala tibetana é formada basicamente por cinco aspectos:

  • O interior representa o cosmo. Nele constam as divindades Nairatma e Hevjara representam a iluminação.
  • A darkinis são figuras femininas que representam os pontos cardeais. No total são 8 que ficam ao redor desse interior.
  • Em volta do círculo, há um quadrado com 4 aberturas que representam: compaixão, gentileza, serenidade e simpatia.
  • Ao redor desse quadrado, haverá círculos que representam a energia, os aspectos cósmicos e a atmosfera.
  • Por fora dos círculos, terão algumas figuras com a função de proteger.

Na arquitetura, as mandalas são utilizadas como modelo de estruturas construídas em torno de um centro.

Na natureza, há exemplos de mandalas naturais como os anéis das árvores e o girassol.

Nas igrejas e catedrais cristãs, as mandalas são encontradas em suas rosáceas.

Mandala tatuagem

Muitas pessoas escolher fazer tatuagens de mandalas. A imagem da mandala é repleta de detalhes e pode ser feita tanto em homens quanto em mulheres.

Por conta da sua complexidade, em geral, as tatuagens de mandala são feitas nas costas, braços e pernas.

Como fazer uma?

A tatuagem de mandala é um símbolo budista, que representa a procura por paz interior. A definição de cores é muito importante e fazem toda diferença ao escolher uma tatuagem.

A mandala como tatuagem precisa ter formas simétricas e suaves para garantir um resultado perfeito.