Cupido do Amor – Qual Sua História? Qual Seu Significado? Curiosidades!

A figura do cupido é conhecida por praticamente todas as pessoas, não é mesmo? Sua figura é representada por um garoto com asas, que segura em suas mãos um arco e uma flecha, para acertar o coração das pessoas.

Qual o seu significado?

O Cupido trata-se de uma das principais simbologias da paixão e do amor. Ele é representado por um garoto romano alado, munido do arco e da flecha do amor.

Para a Mitologia Grega, ele representa o Deus Eros. De acordo com essa cultura, ele seria filho de Vênus – a Deusa do amor e da beleza – e de Mercúrio – Deus mensageiro.

Por algumas vezes, ele é representado por um garoto bastante brincalhão. Ele dispararia a sua flecha de forma indiscriminada, fazendo com que as pessoas se apaixonassem. Porém, em praticamente todas as culturas, o cupido é associado sempre como uma figura feliz, positiva e do bem.


A beleza e a delicadeza da figura dele simbolizam a própria doçura do amor. De acordo com a Mitologia Grega, ele teria sentido uma grande paixão por Psique.

O cupido ainda é o símbolo do Dia dos Namorados – comemorado todo dia 12 de junho, no Brasil. E, também, símbolo do Dia de São Valentim, celebrado no dia 14 de fevereiro por diversos países, sobretudo, nos Estados Unidos.

Cupido pintura

Qual a história dele com psique?

A história do Cupido e Psique se trata de um lindo conto sobre o amor, embora algumas pessoas não conheçam.

Conta-se que existia uma linda moça de nome Psiquê, que era também a mais bela entre as suas irmãs. As irmãs de Psiquê já estavam casadas e seus pais ficavam preocupados que Psiquê era única filha solteira.

Assim, seus pais tomaram a decisão de conversar com os Deuses. Os Deuses, então, disseram  que para resolver a situação seria preciso levar Psiquê até algum vale, que ali um monstro a levaria embora para se casar.

Chegado o dia de cumprir as recomendações dos deuses, seus pais vestiram Psiquê de noiva e a levaram até o vale abandonado. Nesse momento, a deusa Vênus ficou sabendo que os homens consideram Psiquê mais bonita do que ela. Vênus, então, ordenou a seu filho – o Cupido – fazer com que a garota se apaixonasse por ele e abandonasse em seguida.

Ele cumpriu as ordens de sua mãe. Psiquê  apaixonou-se pelo Cupido, porém, não podia ver o seu rosto.

Passadas algumas semanas, Psiquê tornou-se muito triste e pediu para que ele que pudesse visitar as suas irmãs. O cupido aceitou e chamou suas irmãs até o castelo em que a moça estava vivendo. Porém, as irmãs, ao chegarem ao local, sentiram muito ciúme de Psiquê e convenceram-a que ela exigisse ver o rosto de seu amado.

Durante a noite, Psiquê aguardou até que seu amado dormisse. Foi até o seu quarto levando azeite e uma lamparina. Quando ela viu o rosto de seu amado, ficou surpresa, pois se tratava dele. Porém, uma gota de azeite caiu sobre o seu amado, que acordou. Apavorada, a moça saiu do quarto.

A história do Cupido e Psique – parte 2

Assim, o Cupido – conforme as ordens da Deusa Vênus – abandonou Psique. No dia seguinte, porém, a moça ficou sabendo que seu amado que lhe abandonara era filho de Vênus.

Psiquê, então, decidiu pedir a Vênus que deixasse ele voltar. Vênus, por sua vez, pediu a Psiquê que fizesse tudo o que ela mandasse.

Psiquê seguia todas as ordens de Vênus e teve o seu amado de volta. Eles viraram um só corpo e uma só alma e acabaram por gerarem um filho, chamado Prazer.

Querubim ou Cupido?

Embora as figuras de um Querubim e dele sejam bastante semelhantes, os dois personagens não se tratam do mesmo. O Cupido é um garoto alado, munido de arco e flecha.

Já o Querubim é um anjo que pertence a essa ordem celestial. Sua função  é ser o mensageiro de Deus e transmitir sabedoria aos homens.

Curiosidades

Cupido desenho

Agora que você já conhece algumas histórias sobre a figura da criança, confira algumas curiosidades sobre ele:

  • A origem vem da Antiguidade Clássica, mais precisamente da cultura greco-romana
  • Na Grécia Antiga, ele era conhecido por Deus Eros
  • No famoso livro “Mythologie Grecque”, ele é descrito como um homem jovem nu, de cabelos encaracolados e asas na cor dourada
  •  O termo Psique – nome da jovem por quem o Cupido se apaixonou – tem origem grega. Em português seu nome significa borboleta

Frases de Cupido

“Se a ociosidade fosse banida do mundo em breve desapareceriam as artes de Cupido.” – François Rabelais

“Meu cupido trabalha na NASA, e está perdido no espaço.” – Tati Bernardi

“Sou solteiro porque a anta do meu cupido usa uma metralhadora ao invés de arco e flecha e acaba matando os meus pretendentes.” – Reynaldo Araújo

“E o pior dos Anjos continua sendo o Cupido…” – Roni Alves

“Acho melhor acreditar que o cupido existe. É menos idiota que saber que eu mesmo escolhi as pessoas que gostei.” – Bruno Fontes

Pergunta dos leitores

O Cupido era um deus na mitologia grega?

Sim, para a Mitologia Greca o Cupido se tratava do Deus Eros. Era filho da deusa Vênus com o Deus Mercúrio.