Código Morse – O Que é? Como Funciona? É Usado Hoje em Dia?

O código Morse é uma tecnologia que data do ano de 1835. Ela foi criada por um inventor chamado Samuel Finley Breese Morse. Sem dúvidas esse sistema foi extremamente útil na evolução da tecnologia atual.

Então, para saber um pouco mais sobre código Morse, continue lendo e descubra tudo o que você precisa saber. Vamos lá?!

O que é o Código Morse?

O código Morse nada mais é do que um sistema que representa algarismos, letras e sinais por meio de um sinal codificado que é transmitido de forma intermitente.

Esse sistema foi desenvolvido por Samuel Morse ainda no ano de 1835. Ele também é o criador do telégrafo elétrico. Esse dispositivo faz uso de correntes elétricas para fazer o controle de eletroímãs que agem emitindo e recebendo sinais.


Existem diversas maneiras de enviar uma mensagem codificada em Morse em pulso, tais como:

  • Ondas mecânicas (de som). Esse sistema é conhecido como Morse acústico.
  • Pulsos elétricos emitidos por um cabo
  • Sinais visuais (como luzes apagando e acendendo)
  • Ondas eletromagnéticas, com sinais de rádio

Nesse sistema de comunicação, todas as letras, sinais de pontuação e números são representados por sequencias de pontos, espaços e traços.

Vale lembrar que com a evolução das tecnologias, o uso do código Morse já ficou um tanto obsoleto. No entanto, ele ainda é utilizado para algumas finalidades específicas. Um dos seus usos é feito por operadores de radioamadorismo, radio faróis e também por CW.

tabela de Código Morse

Como Código Morse funciona?

O código Morse é um sistema binário, como já foi dito, que é utilizado para representar números, sinais gráficos e letras a longas distâncias. Nele, pode-se utilizar sinais curtos e longos ou também pontos e traços.

O sistema é composto por todas as letras do alfabeto, bem como por todos os números. Cada caractere é representado por uma combinação específica de traços e pontos.

Quando se deseja informar uma palavra, o que se deve fazer é “soletrar” a palavra usando os códigos de cada letra.

A mensagem será transmitida através de intervalos de som (normalmente um apito) ou de luz (normalmente usando uma lanterna. Esses sinais emitidos podem ser captados por diversos aparelhos, tais como um telégrafo e o rádiotelégrafo.

O código Morse foi muito utilizado no século XIX, especialmente por marinheiros. O primeiro registro de um resgate ocorrido após um pedido de socorro por código Morse aconteceu em 1899.

O sistema se popularizou rapidamente, abrangendo todos os países europeus. No ano de 1865 ele sofreu algumas modificações no seu sistema e foi devidamente regulamentado, tornando a comunicação mais dinâmica.

Dicas de Como aprender!

Embora não seja mais tão utilizando como quando foi criado, o código Morse ainda é útil, sendo uma boa opção de comunicação, especialmente para radioamadores.

Isso porque seu código pode ser enviado de uma forma simples e ágil. No entanto, é preciso saber que para aprender bem, será necessário praticamente encarar uma nova língua.

Antes de tudo, é indicado ver o alfabeto do código Morse mais abaixo. Assim você já vai entender que cada letra tem uma combinação diferente de traços, pontos e espaço. Veja os outros passos para aprender o código Morse:

1 – Ouvir gravações lentas

Você irá ouvir uma combinação de pontos e traços, também conhecidos com “dits” e “dahs”. Assim sendo, um dit é um som curto e um dah é um som proporcionalmente 3 vezes mais longo.

As letras são separadas por pausas curtas e cada palavra se separa por uma pausa longa. Essa pausa longa deve ser 3 vezes maior que a pausa curta.

Para aprender você pode ouvir gravações lentas, pesquisando-as na internet ou comprando esses áudios. Existem ainda softwares de código Morse que são programados para reproduzir mensagens aleatórias para não ficar repetitivo.

2 – Use uma cópia do alfabeto como referência

Pode ser uma tabela simplificada ou uma mais completa, incluindo abreviações, códigos e outros. Então, compare o que você ouviu com essas letras e códigos. Veja se você entende e se acerta o que está sendo dito. Treine!

3 – Pratique os sons

Pratique a tradução de palavras e frases mais simples. Por exemplo, a palavra “cat” que significa gato, deve ser escrita assim: -.-.   .-   –

Para transmitir os sons você pode usar teclas do celular, bater o dedo na mesa ou até mesmo usar a boca para fazer os sons. Pegue um livro infantil, por exemplo, e tente transmitir a mensagem.

4 – Comece decorando as letras mais fáceis

Existem letras, como o “T” por exemplo, que é representado por apenas um traço, ou seja, um “dah”. Já o “E” é representado por apenas um ponto, ou seja, um “dit”.

Saiba que atualmente existem até mesmo aplicativos que podem ajudar a aprender o código Morse. Na internet também existem programas ideais para o treinamento. Por fim, não se esqueça de praticar bastante.

Tradutor de Código Morse

menino usando um telégrafo

A internet é um ambiente muito rico, no qual existe quase tudo aquilo que se possa imaginar. Como não poderia ser diferente, existem diversos tradutores de Código Morse online.

Então, basta você inserir as palavras que ele irá codificar a mensagem para que fique em código Morse. O contrário também é possível, ou seja, você pode inserir uma mensagem em código morde que ele irá decodificar para você. Interessante não é mesmo?!

Afinal, ele ainda é usado nos dias de hoje?

O código Morse é uma forma de comunicação mundialmente conhecida. No entanto, atualmente já não e mais tão utilizado como era no passado. Mesmo assim, o código ainda é bastante popular entre aqueles entusiastas do rádio amador. Vale lembrar que o conhecimento em código Morse não é mais um requisito para a conquista da licença em rádio amador.

Esse código é mais amplamente utilizado aeronáutica de auxílio à navegação e na aviação. Alguns exemplos são radio VOR e NDB. A Guarda Costeira e a Marinha dos Estados Unidos ainda se identificam com o uso do código, usando-o para comunicação.

No entanto, com o advento do telefone no final do século XIX, o código Morse acabou caindo em desuso. O fato é que com as notas tecnologias de comunicação mais eficientes, ele acabou perdendo muito da as abrangência.

Na França, por exemplo, o código Morse deixou de ser utilizado por grande embarcações no ano de 1977.

Pergunta dos leitores

Para receber um Código Morse preciso ter um telégrafo?

Não necessariamente. Como já foi dito, o código Morse utiliza a combinação de sinais longos e curtos para a comunicação. Sendo assim, a transmissão das mensagens pode ocorrer usando intervalos de som, como um apito, e também intervalos de luz.

Existem histórias de pessoas que utilizaram o código Morse para se comunicar até mesmo usando piscadas de olho para a formação dos sinais.

Pronto, agora você já sabe um pouco mais sobe o código Morse, como ele funciona, por quem foi inventado, como utilizá-lo e toda a sua história. Aproveite essas informações e apenda uma nova forma de se comunicar!