Quem é Baphomet? O que Significa? Pertence a Maçonaria? É o Diabo?

Você já ouviu falar no Baphomet? Pois bem,  o Baphomet trata-se de uma figura mitológica. Foi representada em uma pedra,  em Portugal, na província de Tomar, a séculos.

Conhecido também como Bafomete ou Bafomé, a figura representa um Deus pagão. Relaciona-se à fertilidade, à criatividade e à procriação.

Quem é Baphomet?

Como já mencionado, a figura dele representa  o Deus pagão da fertilidade, da procriação e da criatividade. Acredita-se que ele surgiu pela 1 ª vez ao aparecer para Maomé. No entanto, depois se tornara um Deus. Também fora considerado um ídolo cultuado por pagãos. Isso conforme escritos preservados da época do julgamento da inquisição dos Cavaleiros Templários (começo do século XIV).

O nome surge, a 1 ª vez, entre a população em geral, no século XIX, na Inglaterra. Isso ocorreu em ração de especulações e debates sobre a derrocada dos Templários.


Embora muitas representações tenham sida atribuídas a Baphomet, a imagem aceita do Deus pode ser conferida em um santuário dos Templários. A imagem original do Deus é formada por uma cabeça humana contendo 3 ou 4 faces. Cada uma das faces representa a face de Hermes ou de Deus.

A origem de Baphomet é realmente pagã. Na cultura do paganismo, Baphomet simboliza o Deus Pã – sendo, depois, adotado também pelo satanismo e pelas ciências ocultas.

uma estátua de Baphomet

A história e sua origem

A história e a origem estão ligadas diretamente com a Ordem dos Templários. Especialmente durante a época do reinado do Rei Filipe IV da França – contando com o suporte do Papa Clemente V.  Ambos tinham como objetivo desmoralizar a Ordem. Isso porque a entidade se isentava de pagar taxas a Igreja Católica.

A Templo de Salomão e a Ordem dos Pobres Cavaleiros de Cristo foram fundadas no ano de 1118. O intuito desses cavaleiros templários era dar proteção aos peregrinos que cruzassem o caminho para a Terra Santa. Eles ganharam uma sede, que correspondia ao Templo de Salomão, em Jerusalém – por isso o nome da Ordem.

De acordo com a história, os Cavaleiros se tornaram ricos e poderosos, sendo considerados os soberanos da época. A lenda diz que eles descobriram, no território que ganharam, tesouros e documentos importantes. Acredita-se que eles obtiveram a tutela do Santo Graal, entre outros tesouros da cultura cristã da época.

No dia 13 de outubro do ano de 1307, de acordo com ordens de Filipe IV,  a convivência dos cavaleiros com Papa Clemente V se tornou conturbada. Muitos dos cavaleiros foram torturados, presos e levados à fogueira, acusados por heresias.

O rei francês, então, responsabiliza os templários por prestarem cultos de adoração ao diabo, através da figura de Baphomet. Assim,  ele, de Deus se tornou um verdadeiro bode expiatório para a condenação da Ordem dos Templários pela Igreja

Qual o significado de Baphomet?

Como a origem da data épocas muito antigas, não há um consenso quanto à etimologia de seu nome. Mas, de acordo com o arqueólogo austríaco, Joseph von Hammer-Purgstall, a figura se tratava de um dos mistérios dos Cavaleiros. A junção dos termos “Baphe” e “Metis” significaria, então, “Batismo de Sabedoria”.

Por meio dessa conjuntura, os arqueólogo acreditava que a figura de Baphomet participação dos rituais de iniciação dos Templários. Nesses rituais, seria admitida a existência de mistérios e segredos cultuados pela Ordem do Templo.

A origem dele perdeu-se no tempo e existem muitas especulações sobre o seu real significado. Uma delas considera que Baphomet é uma mescla do nome de três deuses. Estes seriam: Baph (ligado ao deus Baal), Pho (derivado deus Moloch) e Met (originado de um deus egípcio, Set).

Outra especulação sobre a polêmica figura estaria ligada à Muhammad. Até chegar na composição Baph+Metis, que vem do grego: “Batismo de Sabedoria”.

Já o termo “Baphomet”,  em hebraico, segue-se como:  Beth-Pe-Vav-Mem-Taf. Ao aplicarmos a cifra  Atbash (método de codificação empregado pelos adeptos da cabala judaica), obtemos a palavra: Shin-Vav-Pe-Yod-Aleph. Tal termo se soletra como “Sophia”. A palavra tem origem grega e significa “Sabedoria”.

No entanto, existem ainda muitas outras teorias que tentam explicar o nome de Baphomet . Outra delas, aponta que o termo vem da expressão grega Baph-Metra. Muitos pesquisadores afirmam que essa teoria baseia-se no fato de que o culto prestado ao crânio da mãe-Metra  está intimamente relacionado com a existência de entidades femininas.

Por fim, se teorizou vem de suas representações míticas. Isto devido a sua existência estar inserida em um vaso, que simboliza uma vulva.

Saudação com dois dedos

Um dos sinais usados para simbolizar a figura Baphomet é o aceno, com a “mão chifrada”. O aceno é feito levantando-se apenas os dedos indicador e mindinho.

Muitas pessoas, atualmente, usam o comprimento para simbolizar o rock and roll, sem saberem de sua origem. O sinal era feito pelas pessoas que cultuavam, na antiguidade, o deus. Era uma forma de se reconhecerem e desejar coisas boas.

Porém, movimentos contrários da época ao culto ele, deram significados diferentes ao aceno da “mão chifrada” Consideravam um símbolo ligado ao mal e ao satanás.

O sinal da “mão chifrada” pode até mesmo ser visto com a famosa banda The Beatles – que imprimiu a figura do aceno em uma de seus discos, no ano de 1969 – na capa do álbum “Yellow Submarine”. Muitos afirmam que a banda estava apenas fazendo um sinal que demonstrava o respeito e a gratidão que os componentes do grupo tinham em relação aos seus fãs.

Ou seja, nada relacionado com o diabo, o satanismo ou mesmo ao deus Baphomet.

Baphomet de Levi

imagem de Baphomet

Acredita-se que a forma atual da figura dele fora concebida pelo ocultista renomado,  Eliphas Levi. O ocultista faz referências as mais usadas representações da figura de Baphomet – assim como suas classificações e explicações – na sua publicação “Dogma e Ritual da Alta Magia”. Ele classifica, em um dos trechos do livro, a figura de Baphomet como panteísta e mágica.

Para Levi, o facho representaria a inteligência. A cabeça de bode, a responsabilidade da expiação corporal dos pecados e da matéria.

Já as mãos humanas da figura Baphomet  demonstrariam a santificação do trabalho e o sinal da iniciação esotérica. Além disso, outra interpretação proposta por Levi seria a concepção metafísica das mãos do deus Baphomet – que representaria o divino espírito, que teria ligada o Céu a Terra.

Embaixo e na frente do facho dele podemos perceber a existência de um signo referente ao microcosmo, representando a inteligência humana. O símbolo, alocado abaixo do facho de Baphomet, faz da chama um simbolismo de uma revelação divina.

Para Levi, Baphomet, provavelmente, encontra-se assentado ou, então, em uma espécie de cubo – tendo como suporte apenas uma bola ou um escabelo triangular. A figura do deus Baphomet  pode ser apresentada de maneira colorida em seu ventre – geralmente em tons de verde- com um semicírculo azulado e penas em colorações variadas.

Pentagrama invertido

A figura de Baphomet está intimamente ligada ao pentagrama invertido – mesmo porque esse símbolo se parece com uma cabeça de bode. Já as 3 pontas localizadas abaixo, significariam a queda ou a rejeição à Santíssima Trindade (Pai, Filho e Espírito Santo).

As orelhas do bode, representadas por pontas apontado para o céu, representariam a carne, em oposição aos significados  espirituais atribuídos a Baphomet.

Baphomet na maçonaria

Vale ressaltar que a Maçonaria não faz nenhum tipo de adoração a imagens ou qualquer espécie de ritual de culto a Deuses. Assim, a figura de Baphomet, para a Maçonaria, está apenas associada com um simbolismo que refere-se a experiência. Talvez isso aconteça porque somente maçons de graus elevados podem ter a revelação correta quanto a figura de Baphomet.

Significado da tatuagem de Baphomet

De forma errada, como pudemos perceber, a figura de Baphomet está associada ao mal. Porém, Baphomet é mais uma criatura voltada à luz e à sabedoria.

A tatuagem  não é uma das mais comuns – embora algumas pessoas a desenhem em seus corpos. Assim, acredita-se que quem faz uma tatuagem de Baphomet  conhece a sua real história – desejando tatuar em seu corpo as virtudes representadas por esse Deus da antiguidade.

A tatuagem dele pode representar, por exemplo, a alta magia, as energias de luz e o equilíbrio. Ao invés de significados relacionados a energias malignas ou associados ao diabo.

Pergunta dos leitores

O que Baphomet tem a ver com Jesus?

Não. O deus Baphomet foi cultuado antes da vinda de Jesus Cristo ao mundo e não tem nenhuma relação com o cristianismo. A religião pode até mesmo considerar a figura de Baphomet  como algo maligno.

Baphomet e o diabo são a mesma coisa?

Não, o diabo foi associado de forma equivocada ao deus baphomet, por grupos que faziam oposição a entidades que o cultuavam, como a Ordem dos Templários.